11 de julho de 2016

Pão de Batata com Recheio de Frango


Ingredientes:

2 pães/6 fatias por unidade
1 colher (sopa) de manteiga
1 1/2 xícara de cebola picada (225 g)
2 batatas grandes, com casca (300 g)

Para o fermento básico:

2 tabletes de fermento para pão (30 g)
1/2 xícara de água morna (120 ml)
1 pitada de açúcar

Para a massa:

1/3 de xícara de açúcar (60 g)
2 1/2 colheres (chá) de sal
3 colheres (sopa) de manteiga
1/4 de xícara de água morna (60 ml)
2 ovos grandes
4 3/4 xícaras de farinha de trigo (570 g)
Farinha de trigo (para polvilhar)
Manteiga (para untar)
1 gema ligeiramente batida com 1 colher (sopa) de água (para pincelar)

Para o recheio:

1/2 xícara de manteiga (100 g)
2 cebolas médias (200 g), cortadas em pedaços
4 dentes de alho
2 colheres (chá) de sal
1 colher (chá) de erva-doce
1 lata de tomate pelado (400 g)
1 kg de peito de frango, sem pele e sem osso, cortado em pedaços
2/3 de xícara de azeite de oliva (160 ml)

Como Fazer:
Numa panela média, derreta a manteiga em fogo médio. Acrescente a cebola e refogue, mexendo de vez em quando com uma colher de pau, até ficar macia (aproximadamente 2 minutos). Reserve.
Lave bem as batatas, fure com um garfo em vários lugares e cozinhe no microondas em potência alta por cerca de 5 minutos. Vire-as e cozinhe até ficarem macias (aproximadamente 4 minutos).
Deixe amornar e descasque. Passe no espremedor sobre uma tigela grande e reserve.

Prepare o fermento básico:

Em outra tigela grande, misture o fermento para pão com a água até dissolver. Polvilhe com uma pitada de açúcar e mexa bem. Deixe descansar até a mistura ficar ligeiramente espumosa (cerca de 10 minutos).

Prepare a massa:

Na tigela com a batata reservada, acrescente o açúcar, o sal e a manteiga e misture com a colher de pau até a massa ficar lisa (aproximadamente 1 minuto).
Adicione a água e os ovos e misture bem (aproximadamente 1 minuto). Junte o fermento básico e a cebola refogada reservados e misture mais uma vez (aproximadamente 1 minuto).
Adicione a farinha de trigo, uma xícara de cada vez, e misture até a massa formar uma bola. Polvilhe uma superfície lisa com farinha de trigo.
Coloque a massa na superfície e amasse até ficar elástica (cerca de 10 minutos). Forme uma bola com ela. Unte com manteiga a tigela em que foi feita a massa.
Coloque a bola de massa e gire-a até ficar untada. Cubra e deixe crescer até dobrar de volume (cerca de 45 minutos).
Unte duas assadeiras grandes com manteiga e reserve.
Polvilhe a superfície novamente com farinha de trigo. Com a mão fechada, abaixe a massa e sove bem por aproximadamente 2 minutos. Divida-a em dois pedaços iguais e cada pedaço em três partes iguais. Com as mãos enfarinhadas, enrole cada parte formando um cordão de cerca de 25 cm de comprimento. Junte três cordões por uma das extremidades e faça uma trança. Faça outra trança com os três cordões restantes. Coloque uma em cada assadeira preparada. Espere crescer em lugar protegido até que dobre de volume (cerca de 30 minutos).
Aqueça o forno a 180ºC (médio). Pincele os pães com a gema. Asse no forno preaquecido até que dourem bem (cerca de 35 minutos). Espere esfriar.

Prepare o recheio:

Enquanto os pães estão assando, numa panela média, junte a manteiga, a cebola e o alho e refogue em fogo alto, mexendo às vezes com a colher de pau, até a cebola ficar macia (aproximadamente 2 minutos).
Adicione o sal, a erva-doce, o tomate pelado com o líquido da lata e o frango e deixe ferver, mexendo de vez em quando. Reduza o fogo para médio e cozinhe até o frango ficar macio (cerca de 15 minutos).
Deixe esfriar. Transfira para o processador e triture bem, juntando o azeite de oliva em fio, aos poucos, até obter uma pasta homogênea (aproximadamente 1 minuto). Corte cada pão ao meio na horizontal. Divida o recheio ao meio.
Espalhe uma parte sobre uma fatia e cubra com a outra fatia. Repita o procedimento para montar o segundo pão. Coloque em duas travessas e sirva em seguida.

Revista Claudia
Créditos: Seara

Coxas e Sobrecoxas Assadas com Cerveja Preta e Arroz Biro Biro



Ingredientes:

6 coxas com sobrecoxas Seara “Congelados & Soltinhos” sem tempero
Marinada

1 lata de cerveja preta
1 xícara (chá) de água
1 cebola grande cortada em cubos
2 dentes de alho amassados
2 colheres (sopa) de bacon bem picado
½ cenoura cortada em cubos
1 talo de salsão cortado em cubos
1 folha de louro
2 colheres (chá) de sal
Pimenta do reino a gosto

Arroz Biro Biro

½ xícara (chá) de bacon em cubos pequenos
1 colher (sopa) de manteiga sem sal
½ cebola picada em cubos
3 ovos batidos
½ xícara (chá) de azeitona preta picada
3 colheres (sopa) de salsinha
4 xícaras (chá) de arroz branco cozido
2 xícaras (chá) de batata pallha

Como Fazer:
Misture todos os ingredientes da marinada em um recipiente grande.
Junte os pedaços de frango e leve à geladeira por no mínimo 3 horas.
Preaqueça o forno a 180°C.
Transfira os pedaços de frango e a marinada para uma assadeira e cubra com papel alumínio (lado brilhante para dentro).
Asse por 50 minutos ou até que a carne comece a desgrudar do osso.
Retire o papel alumínio, aumente o forno para 230°C e volte o frango para assar até dourar.
Prepare o arroz: frite o bacon em sua própria gordura até que esteja bem dourado.
Retire o excesso de gordura com papel toalha.
Junte a manteiga e a cebola e refogue por mais 3 minutos.
Adicione os ovos, e em fogo baixo, cozinhe até começar a cozinhar.
Acrescente a azeitona, a salsinha e o arroz branco cozido.
Misture bem e, antes de servir, adicione a batata palha.
Escorra o molho do fundo da assadeira que assou o frango, coe e regue-o sobre os pedaços de frango.
Sirva acompanhado do arroz Biro Biro.


Créditos: Seara


Descubra o vinho ideal para harmonizar com cada tipo de queijo



"O primeiro queijo deve ter sido um balde de leite de cabra esquecido fermentando no Sol que acabou coagulando." Quem dá a letra do que possivelmente pode ter acontecido há cerca de 3000 anos antes de Cristo, na região do Irã, num descuido do povo sumério, é a mestre queijeira Heloisa Collins, do Capril do Bosque, que acaba de ter sido a primeira brasileira premiada pelo seu produto milenar, queijos de cabra artesanais no concurso World Championship Cheesse Contest, ocorrido em Madison, a capital americana do estado de Wiscounsin. 
O nosso hábito de comer queijo, não surgiu à toa: a iguaria é uma das melhores técnicas para conservar o leite, tanto é que os alimentos mais consumidos nacionalmente derivam da pecuária intensiva. Já que no nosso país, um dos maiores criadores de gado do mundo, o que não falta é matéria-prima. E pasme, o queridinho nacional possui uma resistência surpreendente até estragar e caso seja deixado na sombra, pode durar até um ano – mas em um processo gradativo de mudança de estado.
Os truques para montar uma tábua de queijos
E são nestes diversos "pontos" do queijo se concentra o segredo – da fermentação e maturação – resultando no contraste de sabores entre um tipo e outro. Tome nota, porque esta é uma dica de ouro na hora de preparar uma tábua de petiscos para se deliciar no tão esperado happy hour. A sugestão de Heloísa mescla uma série de opções selecionadas à dedo que vão num crescente de sabor: do mais suave para o mais forte. 
Para abrir com um sabor mais leve, o Camembert foi escolhido pela sua pouca acidez. Este combina com um meia cura de média maturação, que por sua vez, tem seu sabor complementado pelo mineiro Serra da Canastra, preferido em vários restaurantes gourmets brasileiros, podendo ser adotado na sua versão mais picante dependendo do grau de maturação. O próximo indicado pela queijeira é o queijo do cerro, caracterizado por ser um mineiro artesanal levemente picante, "pode ter beiradinhas de sabor e uma consistência mais cremosa ou mais sequinha de acordo com o produtor", explica ela. E para encerrar, o Azul do Bosque, único queijo azul (da família do gorgonzola) de leite de cabra produzido no Brasil e classificado em 11º lugar na premiação americana. 
Opte por uma base leve e delicada para acompanhar a porção, como biscoitos ou torradas. "Por ser, ao mesmo tempo, ácida e forte, a uva é considerada a melhor fruta para harmonizar com o queijo, que também vai bem com uma geleia de figo," completa Heloísa. Se ela é a fruta mais indicada para acompanhar qualquer tipo do derivado de leite, então, por consequência, a bebida feita através de seu suco também é – para não dizer melhor ainda. E foi pensando na harmonização perfeita entre esses dois alimentos, que nós selecionamos alguns dos queijos mais gostosos e quais vinhos realçam o sabor de cada um deles para você aproveitar o Outono da maneira mais deliciosa possível: 
Muçarela 
Muito utilizada em várias receitas, a muçarela é um queijo fresco de sabor neutro. O tipo mais conhecido é aquele feito com leite de vaca, mas o derivado de leite de búfala acaba se tornando o mais artesanal. "Caso você a consuma em um prato que leve o queijo gratinado, por exemplo, o ideal para acompanhar é um vinho tinto tradicional italiano, não muito pesado, como o Chianti", comenta Heloísa. 
Também há a possibilidade de consumí-la pura, temperada com azeite e algumas ervas finas. Neste caso, o ideal para harmonizar é um vinho mais fino. Caso a escolha seja uma muçarela artesanal, há a possibilidade de emparelhá-la com um vinho tinto mais forte. Por ser uma invenção italiana, este tipo de queijo vai bem com um vinho orientado mais para este sabor. 
Queijo Prato
Este também é um tipo muito famoso na cozinha, geralmente muito utilizado como recheio para sanduíches, quando industrializado. "Por ter um sabor muito pouco expressivo, indico comprar um artesanal bem macio para acompanhar com um vinho tinto bem levinho, como por exemplo um Sauvignon Blanc bem frutado", explica a mestre queijeira. "Dê empre preferência para queijos artesanais", lembra Heloísa desta importante dica que propricia ao consumidor a descoberta de novos sabores.  
Queijo Meia Cura
Conhecido por seu gosto mais acentuado, e pela sua consistência seca, o meia cura pode ser bem maturado, que assume um sabor mais suave, ou bem jovem, que por sua vez, é mais picante e cremoso. Pela sua maturação característica, geralmente pode ser acompanhado por um vinho tinto de corpo médio ou por um Sauvignon Blanc. 
"Ele também vai muito bem com um cafezinho, com cachaça e até com cerveja. É um queijo mineiro muito bacana para harmonizar com todas essas bebidas, e o tipo tradicional para fazer pão-de-queijo, quando está mais maturado, porque precisa ter mais consistência para poder ralar", completa Heloísa, que associa a maturação com o sabor mais acentuado do queijo, além de ser mais concentrado, isto é, com menos água.
Queijo Minas Frescal
De sabor muito suave, o minas frescal é caracterizado pelo seu sabor de leite e por ser muito fresco, com uma ligeira acidez. Para Heloísa, "não é muito recomendado combiná-lo com vinho, mas com bebidas mais comuns como chás e cafés, durante as refeições café-da-manhã ou lanche da tarde." Porém, caso deseje acompanhá-lo com um vinho, prefira um caracterizado por ser fresco e leve, como o da marca Chardonnay.
Provolone
Quanto maior o grau de maturação do provolone, melhor ele é, por combinar cada vez mais sabores complexos. Caracterizado como um queijo grande, podendo chegar a medir mais de um metro, o queijo passa pelo seu processo de maturação pendurado em cordas ou barbantes. "É da mesma família da muçarela, a diferença se encontra no seu processo de maturação, que após ser cozido em água quente, é defumado." A dica na hora de escolher o vinho ideal é o tinto de corpo médio para acompanhar provolones de média maturação.
Parmesão
Caracterizado por sua estrutura granular, de consistência dura e seca, o parmesão é conhecido por ser um dos tipos dos conhecidos queijos Grana. Levemente picante e de textura quebradiça, também é um dos ingredientes muito utilizados na cozinha – principalmente quando se trata de massas. Por também possuir origem italiana, o parmesão deve ser acompanhado por um vinho tinto Chianti, ou branco de colheita tardia. Neste caso, se a peça for muito picante, o ideal é o contraste provocado pelo sabor de um vinho doce branco.  
Gorgonzola
Pertence à família dos queijos azuis, e quando bem maturado, pode apresentar um sabor muito forte, característico dos queijos de fungo azul. E assim como o parmesão, no caso daqueles artesanais que possuem um sabor muito acentuado, é uma boa escolha acompanhá-lo de um vinho branco docinho de colheita tardia.
Queijo de cabra maturado de mofos brancos
"O Pirâmide do Bosque permanece maturando por aproximadamente um mês, e possui uma camada de carvão sobre a qual vivem os fungos brancos." Heloísa caracteriza um de seus produtos mais vendidos, conhecido pela sua acidez e sabor acentuado. Todos os queijos produzidos no Capril do Bosque, não possuem o gosto muito forte caracterizado pelo leite dos caprinos. A queijeira explica que para agradar o paladar de seus consumidores brasileiros, passou a separar as fêmeas dos bodes no capril, assim o hormônio masculino não impacta no cheiro e no gosto do leite das cabras. A pedida para a harmonização é um vinho tipo Sauvignon Blanc branco frutado. 
Além de toda a infraestrutura na produção e no trato com os animais, o  Capril do Bosque também conta com um bistrô que oferece pratos deliciosos, nos quais os queijos dão o tom especial. É uma excelente dica para um passeio em família, localizado na Estrada da Terra Preta km3, na cidade de Joanópolis, em São Paulo, funcionando durante sábado, domingo e feriados, das 10h às 18h. 

Créditos: Claudia

Torta de Amendoim e Suspiro

Ingredientes:
1 base de Suspiro para torta
400g de Sobremesa Láctea Sabor Leite Condensado
100g de Farofa de Amendoim
Pé de Moleque moído (a gosto)

Como Fazer:
Misture a Sobremesa Láctea Sabor Leite Condensado com a farofa de amendoim, até obter uma mistura homogênea. Cubra a base de Suspiro com a mistura e decore com o pé de moleque moído.

Créditos: Xamego Bom


7 de julho de 2016

Molho Chimichurri


Este molho de origem argentina é muito saboroso e muito fácil de fazer. 

Combina com: Frango grelhado ou carnes vermelhas, como um bom filé.

Ingredientes:

3 xícaras de salsinha bem picada
6 dentes de alho bem picados
1e ½ colher de sopa de orégano fresco picado
¼ de xícara de vinagre de vinho branco
2 colheres de sopa de sal
1 colher de sopa de pimenta-do-reino
¾ de colher de sopa de pimenta dedo-de-moça desidratada
1 folha de louro
¾ de xícara de azeite de oliva extravirgem

Preparo:

Em um recipiente com tampa de tamanho médio, coloque a salsinha, o alho, o orégano, o vinagre, o sal, as pimentas, e despeje o azeite. Mexa para incorporar todos os ingredientes e coloque o recipiente na geladeira. Deixe descansar por uma noite. 


Créditos: Tudo por Email





9 Alimentos Para Prevenir Diabetes


1. Maçãs 
Em uma importante pesquisa realizada na Finlândia foi descoberto que, graças à quercetina, as pessoas que consumiam maior quantidade de maçãs tinham 20% menos óbitos associados a diabetes e doenças cardíacas. 
Se você não gosta de maçãs ou é difícil obtê-las, outras fontes de quercetina, ainda que em quantidades menores, são os vegetais verdes, a cebola, os tomates e as frutas vermelhas. Portanto, crianças, sua mãe está certa. Comam mais verduras!

  
2. Canela 
Um estudo realizado no Instituto de Nutrição Humana em Maryland, EUA, comprovou que se acrescentarmos meia colher de sopa de canela a nossa dieta diária, as células se tornarão mais sensíveis à insulina. Isso significa que poderão transformar a glucose em energia de forma mais eficiente, mantendo estáveis os níveis de açúcar.
Pacientes diabéticos que consumiram canela todos os dias, durante 40 dias, experimentaram uma redução notável dos níveis de açúcar e uma importante melhora em sua condição cardíaca.

Não esqueça! Você pode adicionar canela a quase todos os alimentos. Recomendamos tê-la sempre em casa, de modo que, cada vez que você cozinhe, possa colocar um pouco de canela aos seus pratos. 


3. Frutas cítricas
Geralmente, as pessoas que sofrem de diabetes carecem de vitamina C. Por isso, as frutas cítricas, ricas nessa substância e também em antioxidantes, são uma excelente opção.


4. Peixes de água fria
As pessoas diabéticas têm o dobro de possibilidade de sofrer de doenças cardíacas. Por isso, uma dieta rica em ômega 3, conhecido como "gordura boa", pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL) e aumentar os níveis de colesterol bom (HDL)

5. Alimentos ricos em fibra
Cientistas responsáveis por uma pesquisa na Universidade do Texas descobriram que as pessoas que aumentaram o consumo diário de fibra de 24gr para 50gr experimentaram importantes melhoras nos seus níveis de açúcar.


6. Legumes
Os legumes são um excelente complemento para sopas, saladas e muitos outros pratos. Com baixos teores de gordura e calorias, são excelentes fontes de fibras e proteínas, ajudando a reduzir os riscos de sofrer de diabetes e doenças cardíacas.


7. Chá verde
Diversas pesquisas têm demonstrado que a inflamação crônica causada pelo consumo de comidas com alto teor de gordura, a falta de exercícios físicos e o baixo consumo de vegetais e frutas pode aumentar a possibilidade de sofrer doenças cardiovasculares e sabotar as tentativas do corpo de absorver o açúcar no sangue.
Uma solução simples: Beba chá verde e suco de laranja. Ambos estão cheios de substâncias que combatem inflamações.


8. Chocolate amargo
Uma pesquisa realizada na Universidade de Tufts demonstrou que o chocolate amargo pode aumentar a sensibilidade das células à insulina e reduzir o risco de diabetes. O chocolate amargo, especialmente aquele que não passou por vários processos de industrialização, contém substâncias benéficas à saúde, denominadas flavonoides e, diferente do chocolate ao leite, contém baijas quantidades de gordura saturada. Entretanto, o cacau em pó possui maior concentração de flavonoides.


9. Vinagre
De acordo com uma pesquisa conduzida na Universidade do Arizona, na qual foram analisados três tipos de indivíduos - pacientes saudáveis, pacientes com sinais de diabetes e paciente diabéticos - o consumo de duas colheres de vinagre antes de cada refeição pode ajudar a reduzir os níveis de açúcar no sangue.
Os resultados: Uma hora depois de tomar as colheradas de vinagre, os pacientes diabéticos apresentaram uma redução de 25% nos níveis de açúcar. Para os pacientes saudáveis ou com sinais iniciais de diabetes, os resultados foram ainda melhores, pois a redução foi de 50% do açúcar na corrente sanguínea.


Fonte: Isabel B.

Créditos: Tudo por Email

Torta Levíssima de Frutas

Ingredientes Para a Massa:

1 e ½ xícara de farinha de trigo misturada com uma pitada de sal;
½ xícara de manteiga ou margarina sem sal em temperatura ambiente;
¼ de xícara de açúcar;
1 ovo grande levemente batido com um garfo.

Preparo da Massa:

1. Bata a manteiga na batedeira até ficar bem macia e aerada. Adicione o açúcar e bata até formar um creme.

2. Aos poucos, adicione o ovo batido, batendo sempre até incorporar.

3. Adicione a mistura de farinha e sal de uma só vez e misture em velocidade baixa apenas até formar uma bola.

4. Achate a massa em um disco, cubra com filme plástico e leve ao congelador por 10 minutos, enquanto preaquece o forno a 180 graus.

5. Quando a massa estiver bem gelada, abra-a com um rolo de macarrão sobre uma superfície enfarinhada e coloque-a em uma fôrma de fundo removível, untada e enfarinhada, de 25 cm.

6. Faça pequenos furos no fundo da massa com a ajuda de um garfo (para que ela não estufe enquanto está no forno) e asse por 15 a 20 minutos, até que fique levemente dourada.

7. Retire do forno e deixe esfriar completamente antes de rechear.

Ingredientes Para o Creme de Confeiteiro:

1 xícara e ¼  de xícara (300 ml) de leite integral;
2 colheres de chá de essência de baunilha; 
3 gemas;
¼ de xícara de açúcar;
2 colheres de sopa de farinha de trigo com duas colheres de sopa de amido de milho. 

​Preparo do Creme:

1. Em uma tigela de vidro, misture as gemas e o açúcar.

2. Peneire a mistura de farinha com amido e adicione à mistura de ovos. Mexa até ficar homogêneo.

3. Em uma panela, aqueça o leite com a baunilha. Retire do fogo assim que começar a ferver.

4. Coloque a mistura de leite na tigela com os ovos, mexendo lentamente sem parar. Cuidado com essa etapa, pois se adicionar o leite quente muito rápido nos ovos, eles podem cozinhar e você vai acabar fazendo um omelete doce!  Se perceber que há pedaços de ovo na mistura, passe-a por uma peneira. 

5. Volte a mistura para a panela e leve ao fogo médio até ferver, mexendo sempre.

6. Quando ferver, abaixe o fogo e misture constantemente por mais dois minutos, para que o creme engrosse.

7. Desligue o fogo, passe o creme para uma tigela e cubra com filme plástico encostando no creme para evitar que a superfície endureça. Deixe esfriar em temperatura ambiente.

Montagem e cobertura:

1. Retire a torta da fôrma, coloque-a na travessa onde deseja servi-la e recheie com o creme de confeiteiro.

2. Cubra com diversas frutas da estação. Essa é a parte onde você pode deixar a imaginação fluir e se divertir com as combinações - quanto mais frutas de cores diferentes, mais lindo (e saudável) fica!

3. Se quiser dar um brilho na torta, pincele geleia de damasco diluída em um pouco de água morna (meia xícara de geleia para uma colher de sopa de água) sobre as frutas, mas essa etapa é opcional.

Essa torta fica melhor se servida no mesmo dia, pois com o tempo a massa da torta pode amolecer com o creme. Se quiser, você pode preparar a massa e o creme com até três dias de antecedência, e deixá-los na geladeira. No dia de servir, asse a torta e monte como explicado acima.

Créditos: Tudo por Email


1 de julho de 2016

Biscoito Amanteigado de Chocolate


Ingredientes:
02 e ½ copos de farinha de trigo de boa qualidade; 
01 e ½ copo de manteiga; 01 copo de açúcar; 
100 g de chocolate meio amargo; 
35 g de chocolate branco.

Modo de Preparo:
Você deve misturar a farinha de trigo, o açúcar e a manteiga. Deve ir apertando a massa com as mãos até desgrudar da vasilha. Caso tenha dificuldades para atingir a textura correta da massa, você pode acrescentar mais uma colher de sopa de farinha de trigo, isso ajudará a atingir o ponto.
Agora pegue pequenos punhados de massa e faça bolinhas, em seguida aperte cada uma das bolinhas para que os biscoitos fiquem parecidos com bolachas (você pode apertar com um garfo, ou colocar na palma da mão e apertar).
Coloque os biscoitos em uma forma (não precisa untar) e leve para assar em forno médio até que eles fiquem levemente dourados. Quando estiverem assados, retire-os do forno e deixe-os esfriar, somente depois que eles estiverem frios é que você pode retirá-los da assadeira.
Agora derreta os dois chocolates juntos. Logo em seguida banhe os biscoitos e vá colocando eles sobre papel manteiga para escorrer. Quando todos estiverem banhados, leve-os à geladeira por alguns minutos.


29 de junho de 2016

Churros Caseiro

Ingredientes:

250 ml de água 
2 colheres (sopa) de açúcar 
2 colheres (sopa) de margarina ou manteiga sem sal 
1 pitada de sal (se a margarina tiver sal, dispensar a pitada) 
200 g de farinha de trigo 
3 ovos 
óleo para fritar açúcar 
canela misturados para passar os churros depois de fritos

Modo de Preparo:
Aqueça a água em uma panela, abaixe o fogo e acrescente a margarina e o açúcar
Mexa bem, até dissolver toda a margarina
Acrescente aos poucos a farinha de trigo, mexendo sempre, até que a massa desprenda da panela
Tire do fogo e acrescente os ovos um a um, mexendo bem até misturar toda a massa
A seguir, coloque a massa num saco de confeiteiro com o bico em formato de pitanga, ou na forma própria para churros
Aperte, já dentro da frigideira com o óleo quente, o tamanho fica a seu critério, corte com a ponta dos dedos ou com uma faca
Depois de frito, coloque em papel toalha para que absorva a gordura
Em seguida, passe pelo açúcar com canela e recheie com doce de leite usando o bico que já vem junto com a forma




27 de junho de 2016

Brigadeiro Prestígio Light


Ingredientes:
• 1 colher (sopa) de margarina ou manteiga light
• 1 lata de leite condensado light
• 3 colheres (sopa) de achocolatado light
• Coco ralado seco, sem açúcar, para polvilhar 

Como Fazer:
Numa panela, coloque a margarina, o leite condensado e o achocolatado. Leve ao fogo baixo, mexendo por aproximadamente 12 minutos ou até aparecer o fundo. Transfira para um prato e deixe esfriar. Com as mãos úmidas, forme bolinhas e passe no coco ralado. Coloque em forminhas de papel e sirva. Dica: se quiser, substitua o coco por chocolate em pó.

Créditos: Revista Máxima

Tempero para Carnes

Ingredientes:
2 cebolas médias brancas e 1 roxa
10 dentes de alho
1 ramo de folhas de manjericão
1 ramo de alecrim
2½ colheres (sopa) de cheiro verde
2 colheres (sopa) de sal
½ xícara (chá) de óleo (ou azeite de oliva)

Modo de Preparo:
Bata todos os ingredientes no processador, coloque em um pote hermeticamente fechado, e guarde na geladeira.



25 de junho de 2016

Minipão de Mel

Ingredientes: 
1 xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de açúcar mascavo
1 colher (chá) de canela em pó
1 colher (café) de cravo em pó
6 colheres (sopa) de mel
2 colheres (sopa) de óleo
1 xícara (chá) de chocolate em pó
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
Doce de leite cremoso para rechear
250g de chocolate ao leite fracionado derretido para banhar
50g de chocolate brando derretido

Como Fazer: 
Na batedeira, bata os 8 primeiros ingredientes até homogeneizar. Acrescente o fermento e misture com uma colher. Coloque em forminhas próprias para pão de mel e leve ao forno médio, preaquecido, por 10 a 15 minutos. Depois de frio, desenforme e recheie com doce de leite. Banhe no chocolate ao leite e espere secar. Decore com o chocolate branco e embale antes de vender.

 Aliane Lara Confeitaria Artesanal

Créditos: Alto Astral


Musse de Leite Condensado

Ingredientes: 
2 claras
1 envelope de gelatina em pó sem sabor
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
1 colher (chá) de essência de baunilha

Modo de Preparo: 
Na batedeira, bata as claras em neve e reserve. Ainda na batedeira, em outra tigela, bata a gelatina com o leite condensado até ficar homogêneo. Acrescente o creme de leite e a essência, batendo a cada adição, até formar um creme leve e fofo. Retire da batedeira e misture delicadamente com as claras em neve. Coloque em taças e leve à geladeira por 2 horas. Se desejar, decore com cobertura para sorvete sabor morango ou com morango em pedaços.

Mirian Soro

Créditos: Alto Astral


Quentão

Ingredientes:
1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
1 e 1/2 xícara (chá) de água
50g de gengibre cortado em fatias finas
1 limão em rodelas
3 cravos-da-índia
2 pedaços pequenos de canela em pau
4 xícaras (chá) de cachaça

Como Fazer:

Coloque o açúcar em uma panela e leve ao fogo médio, mexendo de vez em quando até caramelizar.
Acrescente todos os ingredientes, menos a cachaça, e mexa bem até dissolver o açúcar.
Retire a panela do fogo, junte a cachaça, com cuidado, e volte ao fogo médio. Misture e deixe ferver em fogo baixo, sem mexer, por 3 minutos. Desligue e sirva em copos!

Créditos: Alto Astral


23 de junho de 2016

Pudim de Amendoim na Marmita


Ingredientes:
400g de condensado Confeiteiro
200ml de Leite
4 ovos inteiros
100g de amendoim (tipo xerem)

Como Fazer:
Coloque no liquidificador o Condensado Confeiteiro Xamego Bom e os demais ingredientes, bata até misturar muito bem. Cozinhe em Banho-maria no forno 180º por 40 minutos.

Créditos: Xamego Bom

Cortes de Carne


Suculentos e macios, os cortes nobres são os preferidos nos churrascos. Picanha, alcatra, filé mignon e contra filé são as peças mais pedidas. No ponto, mal ou bem passadas. Cada um prefere de um jeito.

A picanha, lógico, é a rainha das churrascarias. No alho ou simplesmente temperada com sal grosso, fica muito saborosa. Está localizada na anca do boi, ligada à alcatra.

A alcatra também é um corte da carne bovina, localizada entre o lombo e a coxa. Da alcatra,pode-se tirar o top sirloin (também conhecido como bom-bom ou olho da alcatra) e tender steak (também chamado steak do açougueiro, porque dizem que os que realmente conhecem essa carne não a vendem, reservam para si próprios), considerada a carne mais macia.

Já o filé mignon é muito apreciado por ter um sabor mais neutro e combinar com diversos tipos de molhos e receitas. Fica muito bom no estrogonofe e em receitas grelhadas também.

Do lado de cima das costelas está o contra filé. Os bifes desse tipo de corte são bastante apreciados. Assim como pode ser assado inteiro e fica delicioso. É uma peça longa toda coberta por uma camada uniforme de gordura com padrões variados de sabor, textura, suculência e tonalidade.

Por Lívany Salles

Créditos: Vila Mulher

Pudim de Olho de Sogra

Ingredientes:
400gr de Beijinho
200gr de Ameixa seca
300gr de Creme de leite
4 Ovos inteiros
Coco queimado (a gosto)

Como Fazer:
Bata no liquidificador o Beijinho e os demais ingredientes. Unte uma forma (própria para micro ondas) com manteiga e açúcar. Coloque a mistura na forma e leve ao micro ondas, em potência alta, por 10 a 12 minutos.
Leve a geladeira e deixa esfriar por no mínimo 60 minutos. Desenforme e decore a gosto com o coco queimado.

Créditos: Xamego Bom

Bolinho Assado de Frango

Ingredientes:

Bolinhos:
300 g de peito de frango moído
1 xícara (chá) de grão-de-bico cozido
meia colher (chá) de sal
4 colheres (sopa) de ketchup
3 colheres (sopa) de cenoura ralada

Molho:
1 copo de iogurte natural
3 colheres (sopa) de ketchup
1 colher (chá) de tomilho fresco picado
1 colher (sopa) de cheiro-verde picado

Para untar:

Creme vegetal Becel

Modo de preparo:

1- Preaqueça o forno em temperatura média (180°C).
2- Unte uma assadeira média (33 x 23 cm) e reserve.
3- Em uma tigela média, junte o frango moído, o grão-de-bico, o sal e o ketchup e amasse com um garfo. Junte a cenoura e misture até ficar homogêneo.
4- Modele no formato de bolinhos, coloque na assadeira e leve ao forno por 10 minutos. Vire os bolinhos com o auxílio de duas colheres e deixe por mais 10 minutos ou até começar a dourar. Passe para uma travessa e mantenha aquecido.
5- Em uma tigela, junte o iogurte, o ketchup, o tomilho e o cheiro-verde.
6- Cubra os bolinhos com o molho e sirva em seguida.

Dicas:
 Se preferir, substitua o tomilho por orégano ou manjericão fresco picado.

Para obter uma xícara (chá) de grão-de-bico cozido, cozinhe meia xícara (chá) de grão-de-bico em 4 xícaras (chá) de água por 40 minutos em panela de pressão, ou utilize sobras de grão-de-bico cozido.

Créditos: Vila Mulher


22 de junho de 2016

18 Dicas para Preparar o Ovo Perfeito


Para quem está dando os primeiros passos na culinária, talvez seja difícil até fritar um ovo. Agora você vai aprender essa e outras técnicas para preparar uma refeição caprichada sem erros. Acompanhe!

1. Sempre quebre os ovos em recipientes separados antes de adicionar às receitas. Isso evita que um ovo estragado contamine os demais ingredientes e ponha tudo a perder.

2. Para verificar se o ovo está bom, mergulhe-o em um copo com água. Se ele afundar, está próprio para o consumo. Se boiar, descarte. O ovo podre boia na água devido a produção de gases em seu interior, que reduzem o peso.

3. Cuidado com a salmonella, uma das grandes responsáveis por intoxicações alimentares. Ela é uma bactéria que se desenvolve nos alimentos contaminados por fezes de animais. Os principais sintomas são diarreia, febre, dores na barriga e na cabeça. Pode haver complicações mais graves se a bactéria cair na corrente sanguínea. No ovo, ela se aloja na gema. Por isso, alguns cuidados evitam o risco de contaminação.

4. Lave bem as mãos antes e depois de pegar nas cascas de ovos não higienizados.

5. A salmonella pode entrar nos ovos através de rachaduras da casca. Para evitar, compre sempre ovos com cascas limpas e perfeitas.

6. Como o calor destrói a bactéria, evite receitas que levam gema crua e que não vão ao fogo ou forno durante o preparo.

7. Quando for cozinhar ovos, deixe-os em temperatura ambiente por alguns minutos, pois se estiverem gelados, a casca pode quebrar.

8. Um erro muito comum é colocar os ovos direto na água fervente. Isso causa choque térmico que pode estourar a casca além de alterar o sabor. Coloque sempre os ovos em água fria e espere levantar fervura.

9. Cuidado ao retirar a casca do ovo após o cozimento. Espere esfriar totalmente antes de remover a casca para evitar queimaduras.

10. Para o ovo frito perfeito, quebre 1 ovo em uma xícara, com cuidado para não furar a gema, e reserve. Aqueça 3 colheres (sopa) de óleo em uma frigideira antiaderente, em fogo médio. Despeje o ovo delicadamente no óleo aquecido. A clara ficará branca em poucos segundos. Polvilhe com sal e pimenta-do-reino a gosto. Para obter um ovo frito com a gema mole, com uma colher, regue apenas a clara com o óleo da frigideira por 3 minutos. Já para o ovo ficar com a gema dura, regue toda a superfície, inclinado a frigideira um pouco, se necessário.

11. Quer um ovo pochê dos deuses? Coloque 1 colher (sopa) de vinagre branco em uma panela com água e leve ao fogo médio. Quebre o ovo em um recipiente e coloque na água. Tampe a panela e cozinhe por 3 minutos. Retire o ovo com uma escumadeira. Polvilhe com sal e pimenta-do-reino a gosto.

12. Ovo cozido: disponha os ovos no fundo de uma panela, com cuidado para não quebrar a casca. Todos os ovos devem caber na base da panela e não podem ficar uns sobre os outros. Adicione água fria até dois dedos acima dos ovos. Leve ao fogo médio e, quando a água começar a ferver, conte 6 minutos para obter ovos mais moles ou 10 minutos para ovos mais duros. Quando terminar o cozimento, transfira os ovos para uma tigela com água fria. Isso ajuda a não escurecer em volta da gema. Espere esfriar, descasque e sirva ou utilize no preparo da receita desejada.

13. Para fazer ovos mexidos, bata os ovos ligeiramente em uma tigela apenas para misturar. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto. Aqueça manteiga, óleo ou azeite, em uma frigideira, em fogo baixo, adicione os ovos batidos e misture com um garfo por 2 minutos ou até cozinhar. Interrompa o cozimento alguns instantes antes de finalizar, pois o calor faz com que os ovos continuem endurecendo.

14. Omelete na frigideira: quebre os ovos em uma tigela, tempere com sal, pimenta-do-reino e bata ligeiramente com um garfo. Em uma frigideira antiaderente, em fogo médio, aqueça manteiga, óleo ou azeite. Despeje os ovos e gire a frigideira para distribuir por igual. Frite por 3 minutos, levantando as beiradas com um garfo para escorrer o ovo cru para baixo. Quando desgrudar da frigideira, vire com a ajuda de uma espátula ou de um prato para firmar do outro lado. Recheie a gosto e dobre a omelete ao meio.

15. No forno: o procedimento de bater e temperar os ovos é o mesmo, mas a mistura deve ser colocada em um refratário untado com margarina ou óleo. Depois é só levar ao forno médio, preaquecido, por 20 minutos ou até firmar e dourar.

16. Deixe sua omelete mais fofa, macia e volumosa, adicionando 1 colher (café) de fermento em pó na hora de bater os ovos.

17. Para incrementar o sabor da omelete de frigideira, experimente adicionar à mistura de ovos queijo ralado, tomate em cubinhos, cheiro-verde picado, salsicha fatiada, cebola picada ou azeitona picada.

18. A omelete de forno pode ser ainda mais incrementada e se transformar em uma refeição completa. Você pode acrescentar frango cozido desfiado, carne moída refogada, linguiça picada refogada, couve fatiada, bacon em cubos frito, ervilha ou milho verde em conserva escorridos, palmito picado, abobrinha em rodelas ou ralada, cenoura ralada, frios picados, champignon em fatias, vagem cozida picada, pimentão picado ou requeijão. Use sua criatividade!


Fotógrafo: Gisele Tesser
Produtor: Gisele Tesser/Ângela Cardoso/Fernando Santos

Créditos: Alto Astral


Minipizza de Pão de Queijo


Ingredientes: 
2 ovos
2 xícaras (chá) de queijo meia cura ralado
1/2 xícara (chá) de óleo
1 xícara (chá) de leite
250g de polvilho doce (aproximadamente)
250g de polvilho azedo
Óleo para untar

Recheio:
2 colheres (sopa) de óleo
1 cebola picada
1 tomate picado
500g de salsicha em rodelas
2 xícaras (chá) de molho de tomate
300g de queijo mussarela ralado
Orégano para polvilhar

Modo de Preparo: 
Para o recheio, aqueça uma panela com o óleo, frite a cebola até murchar. Adicione o tomate e a salsicha e refogue por 3 minutos. Adicione o molho de tomate e cozinhe rapidamente. Desligue e reserve. Para a massa, em uma tigela, misture os ovos, o queijo, o óleo e o leite. Acrescente os polvilhos, aos poucos, até formar uma massa homogênea, se preciso, adicione mais polvilho. Divida a massa em bolinhas e abra com um rolo, formando disquinhos de 10cm. Coloque um ao lado do outro em uma fôrma grande untada, espalhe o refogado de salsicha sobre eles e cubra com a mussarela. Polvilhe com orégano e leve ao forno médio, preaquecido, por 20 minutos ou até assar e dourar.

Adriana Rocha

Créditos: Alto Astral


Musse Chique


Ingredientes: 
1 caixa de gelatina em pó sabor frutas vermelhas
1/3 de xícara (chá) de água quente
250g de cream cheese
1 pote de iogurte natural (200g)
3 claras
3 colheres (sopa) de açúcar
1/2 xícara (chá) de geléia sabor frutas vermelhas

Modo de Preparo: 
Dissolva a gelatina na água quente e deixe esfriar. Bata no liquidificador com o cream cheese e o iogurte até homogeneizar. Bata as claras em ponto de neve na batedeira ou batedor manual e acrescente o açúcar, aos poucos, até formar um suspiro. Misture delicadamente ao creme anterior. Decore a lateral das taças com a geleia ligeiramente aquecida e derrame o creme. Leve à geladeira por 4 horas antes de servir.

Mariana Maluf Boszczowski

Créditos: Alto Astral


Coração de Chocolate e Brigadeiro

Ingredientes:
200g de chocolate fracionado
150g de Brigadeiro
Confeitos (a gosto)

Como Fazer:
Derreta o chocolate conforme instruções do fornecedor. Faça uma camada de chocolate em uma forma de coração, deixe endurecer. Recheie com o Brigadeiro e decore com confeitos de sua preferência.

Créditos: Xamego Bom



Paçoca

Ingredientes:

1 kg de amendoim torrado sem pele e moído
540 gramas de açúcar cristal
180 ml de água
1 pitada de sal

Modo de Preparo:

Colocar a água e o açúcar na panela e levar ao fogo. Deixar ferver.
Após a fervura, adicionar o amendoim moído e o sal.
Mexer até desprender do fundo da panela.
Desligar o fogo e despejar sobre tabuleiro untado com margarina.
Deixar o doce secar e cortar em pedaços pequenos.

Créditos: Vila Mulher

Arroz Doce Integral Light

Ingredientes:
2 xícaras de arroz integral
1 litro de leite semi desnatado
1 vidro (200ml) de leite de coco light
2 colheres (sopa) de coco ralado light
4 colheres (sopa) de adoçante culinário em pó
3 pedaços de canela em pau
5 cravos da índia
Canela em pó a gosto 

Modo de Preparo: 

Deixe o arroz de molho na água quente por 1 hora e após escorra. Cubra o arroz com água e cozinhe até secar, em fogo baixo. Se ainda estiver duro, coloque um pouco mais de água. Acrescente o leite, o leite de coco, o coco ralado, o adoçante, a canela em pau e o cravo. Cozinhe em fogo baixo, mexendo de vez em quando até secar. Tire do fogo e polvilhe a canela em pó. Sirva morno ou gelado.

Créditos: Vila Mulher

20 de junho de 2016

Petisco de Linguiça


Ingredientes:
Linguiça fina
Batata monalisa cortada em fatias
Palitos de dente.

Como Fazer:
Corte a linguiça 
Enrole a batata junto com a linguça
Monte os rolinhos usando palitinhos de dente
Frite no óleo bem quente.

Créditos: Receitas Rápidas